Sexuality of the elder individual presented on paintings
A sexualidade de uma pessoa idosa apresentada em pinturas

Josiane Aparecida Duarte, Bruna Miclos de Oliveira, Hugo Henrique Alves Ferreira, Armando José China Bezerra, Lucy Gomes Vianna, Alexandre Sérgio de Araújo Bezerra

Resumo


A sexualidade da pessoa idosa tem uma história de negligência, vista como um tabu, tanto pela sociedade quanto pelo próprio indivíduo, contribuindo para manter os padrões culturais de opressão relacionadas ao tema da sexualidade relacionada ao envelhecimento. Na grande maioria das pinturas , o indivíduo mais velho é apresentado como um personagem assexual. A representação da pessoa idosa em pinturas é geralmente mostrada nos seguintes contextos: doméstico (“St Joseph, carpinteiro” - George de la Tour, 1642 ; “O Paralítico” - Jean Baptiste Greuze, 1763) e na decadência da saúde (“Velho na tristeza” - Van Gogh, 1890; “O velho guitarrista” – Picasso, 1903). Nas poucas pinturas que expõem a sexualidade do idoso, podemos ver uma clara predominência do sexo masculino (“Susana e os anciãos” - Artemisia Gentileschi, 1610; “Idoso nu ao sol” - Mariano Fortuny, 1871). A sexualidade da mulher mais velha é pouco referida, sendo a mulher predominantemente retratada em seu papel doméstico. Quando a sexualidade é mostrada é no contexto da prostituição, como na obra “O Salão I”, de Otto Dix, 1921. Entre os pintores do século 20, há autoretratos em que os artistas de ambos os sexos se pintam nus em idade avançada, mostrando uma tendência na mudança do paradigma atual: “Pintor de trabalho, Reflexão” - Lucian Freud, 1993, que retratou a si mesmo com a idade de 70 anos; e “Auto-retrato” - Alice Neel, 1980, aos 80 anos de idade.

Palavras-chave


Sexualidade; Idosos; Pintura

Texto completo:

PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.