ADAPTAÇÃO À UNIVERSIDADE EM ESTUDANTES INGRESSANTES NA GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Luciana Karine de Souza, Erika Lourenço, Mariana Rúbia Gonçalves dos Santos

Resumo


Pesquisas sobre vivências acadêmicas têm se apresentado como resposta ao aumento da evasão e troca de cursos. Identificar os fatores que facilitam e que dificultam a continuidade dos estudos universitários pode colaborar para intervenções psicoeducativas e psicológicas, bem como para a prevenção ao surgimento desses problemas. A presente pesquisa teve por objetivo investigar o processo de adaptação à Universidade em estudantes ingressantes no curso de Psicologia. Para isto, foram analisados os conteúdos de 18 registros em diários de bordo produzidos por estudantes do primeiro e segundo períodos de um curso de Psicologia. Nesses, buscou-se identificar indicadores de adaptação e de desajuste ao ingresso na Universidade por meio da escrita dos estudantes. A categorização gerou 11 temas que tanto vão ao encontro da literatura recente, como mostram novos temas ainda não aprofundados nessa linha de pesquisa. No primeiro grupo, destacaram-se questões como grupos de pares e administração do tempo. No segundo, itens como ambientes e aulas virtuais, que têm exigido habilidades específicas dos alunos. A Psicologia da Educação, no âmbito do ensino superior, pode dar conta dessas questões e colaborar para reduzir um problema que aflige muitos jovens brasileiros.

Palavras-chave


estudantes universitários; adaptação; formação em Psicologia; desenvolvimento profissional

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.