ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM DE ALUNOS DE UM CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA

Natália Moraes Góes, Paula Mariza Zedu Alliprandini

Resumo


A presente pesquisa baseia-se no referencial teórico da Psicologia Cognitiva/Teoria do Processamento da Informação e teve o objetivo de analisar a frequência do uso de estratégias de aprendizagem cognitiva, comportamental e autorregulatória de alunos do curso de Pedagogia ofertado a distância por uma instituição pública localizada na região Norte do estado do Paraná/Brasil. Neste estudo, participaram 532 alunos, sendo 98,7% do sexo feminino e 1,32% do sexo masculino. Para a coleta de dados, foi utilizada a Escala de Estratégias de Aprendizagem (EEA). A coleta de dados foi realizada online, utilizando as ferramentas disponíveis no Google Drive, por meio de um link, disponibilizado na página inicial da plataforma do curso realizado pelos alunos que participaram desta pesquisa. Os resultados indicaram uma tendência maior de os participantes utilizarem as estratégias de aprendizagem cognitivas, seguidas pelas estratégias comportamentais e autorregulatórias. As estratégias autorregulatórias, em especial, as de Controle da Emoção e Monitoramento da Compreensão, obtiveram médias mais baixas, o que evidencia a necessidade de os tutores incentivarem o uso de tais estratégias, em prol do desenvolvimento das habilidades metacognitivas.

Palavras-chave


processamento da informação, estratégias de aprendizagem, educação a distância, pedagogia, alunos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/2175-3520.20170017

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.