MOTIVAÇÃO DE ADOLESCENTES PARA LEITURA: ESTUDO COM A ABORDAGEM CENTRADA NA PESSOA

Maria Fernanda Oliveira, José Aloyseo Bzuneck, Sueli Édi Rufini

Resumo


O presente estudo teve por objetivo investigar a motivação de adolescentes para leitura por meio de perfis motivacionais e sua relação com percepção de apoio dos pais. Participaram deste estudo 520 adolescentes dos Ensinos Fundamental e Médio, que responderam a um questionário em escala Likert contendo questões representativas dos pontos do continuum, propostos pela Teoria da Autodeterminação, e sobre a percepção dos pais. Foi adotada a abordagem centrada na pessoa e assim se formaram dois clusters contrastantes que combinavam escores diferenciados em motivação autônoma e controlada. Aproximadamente metade dos alunos formou o cluster 1, com altos escores em motivação autônoma e moderados na controlada. Outra metade formou o cluster 2, com escores moderados em ambas as medidas. As meninas eram duas vezes mais representadas no cluster 1 do que os meninos. Da mesma forma, os alunos do cluster 1 tinham percepções em nível mais elevado de seus pais como apoios à leitura. Os resultados foram discutidos à luz do referencial teórico e de estudos anteriores e foram sugeridas novas pesquisa sobre o constructo

Palavras-chave


Motivação para Leitura, Adolescência, Teoria da Autodeterminação, Perfis Motivacionais, Percepções dos pais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/2175-3520.20170018

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.