INTERDISCIPLINARIDADE NA PESQUISA SOBRE JUVENTUDE E RELIGIÃO

Frank Antonio Mezzomo, Cristina Satiê de Oliveira Pátaro, Ada Otoni Ferreira Fontanella

Resumo


RESUMO: Neste ensaio, buscamos refletir sobre a pertinência da perspectiva interdisciplinar no estudo das inter-relações entre juventude e religião, em vista de evidenciar as dinâmicas sociais que permeiam os jovens e as dimensões religiosas na contemporaneidade. Partimos de um debate acerca da abordagem interdisciplinar na Ciência e na produção de conhecimento para, em um segundo momento, apresentar de que forma tais considerações permitem um olhar multidimensional para as discussões sobre juventude e religião na contemporaneidade. Evidenciamos, assim, a desregulação dos mecanismos de transmissão das crenças que submete os indivíduos a uma multiplicidade e fluidez de memórias, ocasionando a construção de identidades flexíveis e caracterizadas por um movimento de pluralização, expansão e sincretismo no campo da religiosidade.

 

 


Palavras-chave


Interdisciplinaridade. Juventudes. Religião. Identidades.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMO, Helena Wendel; BRANCO, Pedro Paulo Martoni (orgs.). Retratos da juventude brasileira: análise de uma pesquisa nacional. São Paulo: Fundação Perseu Abramo/ Instituto Cidadania, 2008.

ABRAMO, Helena Wendel. O uso das noções de adolescência e juventude no contexto brasileiro. In: FREITAS, Maria Virginia (org.). Juventude e adolescência no Brasil: referências conceituais. São Paulo: Ação Educativa, 2005.

ALTMANN, Walter. Censo IBGE 2010 e religião. Horizonte, Belo Horizonte, v. 10, n. 28, p. 1122-1129, out./dez. 2012.

ALVARENGA, Augusta Thereza de et al. Histórico, fundamentos filosóficos e teóricos-metodológicos da interdisciplinaridade. In: PHILIPPI Jr, Arlindo; SILVA NETO, Antonio J. (org.). Interdisciplinaridade em ciência, tecnologia & inovação. Barueri: Manole, 2011, p. 3-68.

ALVES, José Augusto Lindgren. Coexistência cultural e "guerras de religião". Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 25, n. 72, p. 21-172, fev. 2010.

ANDRADE, Maristela Oliveira de. A Religiosidade Brasileira: o pluralismo religioso, a diversidade de crenças e o processo sincrético. Revista Eletrônica de Ciências Sociais, Paraíba, n. 14, p. 106-118, set. 2009.

BARRERA, Paulo. Tensiones entre pluralismo religioso y derechos humanos en el Brasil contemporâneo. Religare, Paraíba, v. 12, n. 1, p. 128-151, mar. 2015.

________. Religião e tradição a partir da sociologia da memória de Maurice Halbwachs. Revista Numen, Juiz de Fora, v. 3, n. 1, p. 69-94, 2000.

BAUMAN, Zigmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BERGER, Peter. A dessecularização do mundo: uma visão global. Revista Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 21, n. 1, p. 9-24, 2000.

BONINI, Lara de Fátima Grigoletto. “Não tenho religião, apenas a crença em Deus”: representações político-religiosas dos jovens sem religião da Unespar. Dissertação (Mestrado em Sociedade e Desenvolvimento). Universidade Estadual do Paraná, Campo Mourão, 2016.

CAPRA, Fritjof. A teia da vida. Uma nova compreensão cientifica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix, 1997.

_______. O ponto de mutação. São Paulo: Ed. Círculo do Livro, 1982.

CUNHA, Christina Vital da; LOPES, Paulo Victor Leite, LUI, Janayna. Conclusão: Reavaliando categorias sociais: como pensar os evangélicos na sociedade e na política no Brasil contemporâneo. In: _______. Religião e política: medos sociais, extremismo religioso e as eleições 2014. Rio de Janeiro: Fundação Heinrich Böll e Instituto de Estudos da Religião, 2017, p. 111-134.

CUNHA, José Luiz da; RÖWER, Joana Elisa. Ensinar o que não se sabe: estranhar e desnaturalizar em relatos (auto)biográficos. Educação, Santa Maria, v. 39, n. 1, p. 27-38, jan./abr. 2014.

DAMATTA, Roberto. Relativizando: uma introdução à antropologia social. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

DAYRELL, Juarez. O jovem como sujeito social. Revista Brasileira de Educação, Belo Horizonte, n. 24, p. 40-52, set./dez. 2003.

FERNANDES, Silvia. Expressões políticas e crenças religiosas em jovens sem religião. In: PÁTARO, Cristina Satiê de Oliveira; MEZZOMO, Frank Antonio; HAHN, Fábio (orgs.). Instituições e sociabilidades: religião, política e juventudes. Campo Mourão: Editora Fecilcam, 2013, p. 9-30.

GIDDENS, Anthony. Modernidade e identidade. Rio de Janeiro: Zahar, 2002.

_______. As consequências da modernidade. São Paulo: Editora Unesp, 1991.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2011.

HERVIEU-LÉGER, Danièle. O peregrino e o convertido: a religião em movimento. Petrópolis: Vozes, 2015.

________. La religión, hilo de memoria. Barcelona: Herder Editorial, 2005.

LATOUR, Bruno. Jamais fomos modernos: ensaio de antropologia simétrica. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1994.

MARGULIS, Mario; URRESTI, Marcelo. La juventud es más que una palabra. In: MARGULIS, M. (org.). La juventud es más que una palavra: ensayos sobre cultura y juventud. Buenos Aires: Biblos, 2008, p. 13-28.

MAYORGA, Claudia. Por novas instituições, por uma nova política: o protagonismo dos jovens no Brasil. Entrevista concedida a Ada Fontanella e Laiza Campos. Revista Educação e Linguagens, Campo Mourão, v. 6, n. 10, p. 11-24, jan./jun. 2017.

MAYORGA, Claudia; MARCIAL, Rogelio; AGUILERA, Oscar. Jovens nas ruas: Manifestações no México, Chile e Brasil. Desidades, n. 1, ano 1, p. 28-44, dez. 2013.

MELUCCI, Alberto. Juventude, tempo e movimentos sociais. In: FÁVERO, Osmar; SPÓSITO, Marília; CARRANO, Paulo; NOVAES, Regina (orgs.). Juventude e contemporaneidade. Brasília: UNESCO, MEC, ANPED, 2007, p. 29-45.

MILLS, Charles Wright. A imaginação sociológica. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand, 2005.

________. Epistemologia da complexidade. In: SCHNITMAN, D. Novos paradigmas, cultura e subjetividade. Porto Alegre: Artes médicas, 1996, p. 275-289.

NAJMANOVICH, Denise. O sujeito encarnado: questões para pesquisa no cotidiano. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

NOVAES, Regina. Os Jovens, os ventos secularizantes, o espírito do tempo. Anais do 30º Encontro Anual da ANPOCS, Caxambu, 2006.

________. Os jovens “sem religião”: ventos secularizantes, “espíritos de época” e novos sincretismos. Notas preliminares. Estudos Avançados, São Paulo, v. 18, n. 52, p. 321-330, 2004.

________. Errantes do novo milênio: salmos e versículos bíblicos no espaço público. In: BIRMAN, Patrícia (org.). Religião e Espaço público. São Paulo: Attar, 2003, p. 25-39.

NOVAES, Regina; MELLO, Cecília Campello. Jovens do Rio: circuitos, crenças e acessos. Comunicações do ISER, Rio de Janeiro, n. 5, p. 7-103, 2002.

ORTIZ, Renato. Anotações sobre religião e globalização. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 16, n. 47, p. 59-74, out. 2001.

PAIVA, Angela Randolpho. Católico, protestante, cidadão: uma comparação entre Brasil e Estados Unidos. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2010.

PAUL, Patrick. Pensamento complexo e interdisciplinaridade: abertura para a mudança de paradigma? In: PHILLIPI JR., Arlindo; SILVA NETO, Antonio (orgs.). Interdisciplinaridade em ciência, tecnologia e inovação. Barueri, São Paulo: Manole, 2011, p. 229-259.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Em busca de uma outra história: imaginando o imaginário. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 5, n. 29, p. 9-27, 1995.

PIERUCCI, Antonio Flávio. O crescimento da liberdade religiosa e o declínio da religião tradicional: a propósito do censo 2010. Anuac, Cagliari, v. 1, n. 2, p. 87-96, nov. 2012.

________. Reencantamento e dessecularização: a propósito do auto-engano em Sociologia da religião. Conferência pronunciada no VIII congresso da SBS. Brasília: UnB, ago. 1997.

RAMÍREZ, Antonio José Romero; RODRÍGUEZ, Maria del Mar Durán. Islam y terror. Convergencia: Revista de Ciencias Sociales, Toluca, n. 54, p. 53-68, set./dez. 2010.

RAYNAUT, Claude. Os desafios contemporâneos da produção do conhecimento: o apelo para interdisciplinaridade. Revista Internacional Interdisciplinar INTERthesis, Florianópolis, v. 11, n. 1, p. 1-22, jun. 2014.

RODRIGUES, Solange. Como a juventude brasileira se relaciona com a religião? Observatório Jovem, Grupo de pesquisa UFF, Niterói, 2007.

SOFIATI, Flávio Munhoz. A juventude no Brasil: história e organização. Passagens de Paris, Revue Scientifique de l'Association des Chercheurs et Etudiants Brésiliens en France, Paris, n. 3, p. 1-14, 2008.

________. Perspectivas da laicidade no Brasil contemporâneo. Contemporânea, São Carlos, v. 5, n. 2, p. 327-350, jul./dez. 2015.

TAVARES, Fátima; CAMURÇA, Marcelo. Juventudes e religião no Brasil: uma revisão bibliográfica. Numen: Revista de estudos e pesquisa da religião, Juiz de Fora, v. 7, n. 1, p. 11-46, 2004.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre a ciência. 7ª ed. São Paulo: Cortez, 2010.

________. Do pós-moderno ao pós-colonial. E para além de um e outro. Conferência de abertura do VIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais, Coimbra, 16 a 18 de setembro, 2004.

SOUZA, Jessé. A ética protestante e a ideologia do atraso brasileiro. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 13, n. 38, out. 1998.

UNESCO. Política de/para/com Juventudes. Brasília, Unesco, 2004.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade. ISSN 2179-0094.

ISSN 2179-0094

Interdisciplinaridade está indexada em:

Indexadores e Bases de Dados:

    

Bibliotecas:

BASARAB - http://basarab.nicolescu.perso.sfr.fr/ciret/indexen.html

CETRANS - http://www.cetrans.com.br/

FAE - http://www2.fae.edu/curitiba/

PLANETA EDUCAÇÃO - http://www.planetaeducacao.com.br/portal/index.asp

UFMS - http://www-nt.ufms.br/

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - http://www.unb.br/

ÉVORA - http://www.uevora.pt/

INST. LUSO BRAS. DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS - http://www.eventos.uevora.pt/ilb/apres.htm

SATURNINO DE LA TORRE http://www.facebook.com/people/Saturnino-de-la-Torre/100001004364389

SHERBROOKE - http://www.usherbrooke.ca/

TOULOUSE - http://www.univ-tlse1.fr/

UNIVERSITÉ FRANÇOIS RABELAIS - http://www.univ-tours.fr/

UBIRATAN LAMBROSIO http://vello.sites.uol.com.br/ubi.htm

 

A Revista Interdisciplinaridade e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/interdisciplinaridade. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/interdisciplinaridade.