Bairro Amigo do Idoso no Brás: percepções sobre os migrantes internacionais

Bibiana Graeff, Marisa Accioly Domingues, Maria Luisa Trindade Bestetti

Resumo


A metodologia proposta no quadro do programa Cidade Amiga do Idoso (OMS, 2007) pode ser adaptada e estendida a espaços bastante diversificados, a exemplo do tradicional bairro do Brás, na cidade de São Paulo. Através dos grupos focais, é possível chegar-se em pistas de análise sobre temáticas não inicialmente previstas, que se impõem de maneira transversal ao longo das discussões. Isso ocorreu em nossa pesquisa, com relação à presença de migrantes internacionais no Brás. O assunto foi suscitado diversas vezes em todos os quatro primeiros grupos focais organizados, envolvendo pessoas idosas, mas também profissionais que atuam no bairro. Os primeiros resultados revelam a existência de uma visão bastante negativa com relação a populações de imigração recente (como os bolivianos e os chineses). Esses migrantes são associados a diversos problemas do bairro como a sujeira das ruas, a insegurança dos espaços públicos ou a alta dos aluguéis para a habitação. Embora os participantes sejam eles mesmos, em sua maioria, migrantes (internos), não demonstram solidariedade para com os migrantes internacionais, pois é possível que não façam qualquer relação entre sua própria condição e aquela dos “outros”, os “estrangeiros”. Esses resultados parciais nos levam a um questionamento sobre a visão que estes migrantes internacionais teriam sobre essas mesmas questões, e nos conduzem a cogitar a realização de grupos focais com essas populações. Se uma cidade amiga do idoso é uma cidade amiga de todos, deve também ser amiga do migrante, seja qual for sua origem, etnia ou nacionalidade.

Palavras-chave


Cidade Amiga do Idoso; Brás; São Paulo; Migrantes; Envelhecimento

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.