A capacidade funcional de um grupo de idosos centenários

Claudia da Silva Biolchi, Marilene Rodrigues Portella, Alessandra Cardoso Vargas, Michele Marinho da Silveira, Eliane Lucia Colussi

Resumo


A capacidade de desempenho em atividades da vida diária permite a pessoa idosa cuidar-se e responder por si no âmbito doméstico; porém, na velhice, o declínio físico representa um risco severo a sua independência. Este estudo objetivou descrever as condições de funcionalidade de um grupo de idosos centenários no município de Passo Fundo (RS). Participaram nove idosos com idade entre 100 e 104; para coleta dos dados, utilizou-se uma entrevista semi-estruturada e aplicação do índex de Katz; os dados foram analisados qualitativamente. Os resultados apontam que o desempenho da função “banho” ainda é a mais comprometida. As funções “vestir-se e banheiro” estão, em sua maioria, no grupo Independentes. Os centenários deste estudo necessitam menos auxílio em funções como a de "transferência, continência e alimentar-se”, o que demonstra maior independência diante de algumas funções importantes no dia a dia do idoso. Os homens deste estudo demonstram maior independência, se comparados às mulheres.

Palavras-chave


Centenários; Longevidade; Velhíssimos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2013v16i2p213-226

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.