Os coletes amarelos: é só o começo…

Alain Bihr

Resumo


Um descontentamento profundo advindo da degradação das condições de vida das classes populares e do agravamento de todos os tipos de desigualdade social sob o efeito da crise estrutural do capitalismo e das políticas neoliberais, levou, desde outubro de 2018, milhares de manifestantes vestido(a)s de coletes amarelos às ruas de Paris e, em pouco tempo, por toda a França. Apesar das reticências da grande maioria da esquerda sindical e política, que suspeitava de uma proximidade do movimento com a direita, e diferentemente de outras mobilizações, as manifestações permaneceram nas ruas, enfrentando o governo neoliberal de Macron. As bases do movimento, suas ações, interlocutores e perspectivas são algumas das questões centrais deste artigo.


Palavras-chave


coletes amarelos; movimento sindical; políticas neoliberais.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Lutas Sociais
Revista do Núcleo de Estudos de Ideologias e Lutas Sociais (NEILS)
Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais – PUC/SP
Ministro Godói, 969 - 4º andar – Perdizes
CEP: 05015-001 - São Paulo - SP - Brasil
Fone/Fax: (+55 11) 3670-8517

Lutas Sociais está indexada em: