Biomedicina: estratégias de apropriação política da vida no século XXI

Lia Raquel Lima Almeida

Resumo


Em A Política da Própria Vida: biomedicina, poder e subjetividade no século XXI, Nikolas Rose discute o conceito de biopolítica a partir dos avanços da biomedicina e consequente surgimento de novas racionalidades biológicas de abordagem da vida. Para isso, Rose articula cinco dimensões do mundo atual em que estão ocorrendo mudanças significativas: molecularização, otimização, subjetivização, expertise somática e bioeconomia.

Texto completo:

PDF


Revista Nexi © ISSN 2237-8383.