SOBRE DADOS E DIREITOS HUMANOS: BANCOS DE INFORMAÇÕES E DE JORNAIS NA INTERNET AUXILIAM HISTORIADORES E ATIVISTAS EM UBERLÂNDIA

Vinícius Souza, Maria Eugênia Sá

Resumo


O site Heróis da Democracia reúne milhares de prontuários de investigações da polícia política brasileira sobre mais de 500 pessoas no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba durante as ditaduras entre 1927 e 1982. O artigo conta a história do portal e analisa como jornalistas podem usar a tecnologia de Data Mining para ajudar a contar a história de ativistas e apoiar o resgate da memória pela luta dos direitos humanos no Brasil recente. Para isso, faz um paralelo entre a iniciativa mineira e a divulgação dos telegramas diplomáticos estadunidenses e arquivos das guerra do
Iraque e Afeganistão por meio da associação entre os hakers do Wikileaks e
grandes veículos de comunicação nos Estados Unidos, Europa e Brasil.

Palavras-chave


Imprensa. Direitos Humanos. Memória. Ditaduras. Dados.

Texto completo:

PDF

Referências


ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO. Portal.Disponível em: http://www.siaapm.cultura.mg.gov.br.

HERÓIS DA DEMOCRACIA. Portal. http://heroisdademocracia.com.br/portal/uberlandia. LEIGH, David; HARDING, Luke. Wikileaks – A Guerra de Julian Assange contra os Segredos de Estado. Campinas, Vérus Editora, 2011.

CRUCIANELLI, Sandra. Guia de Ferramentas Digitais para Jornalistas 2.0. Maputo/Moçambique, IREX/Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, 2013. Disponível em: https://knightcenter.utexas.edu/books /FerramentasDigitaisparaJornalistas.pdf, acesso em 7 de maio de 2017.

MARCONDES FILHO, Ciro. Ser Jornalista – O desafio das tecnologias e o fim das ilusões. São Paulo, Editora Paulus, 2009.

VILELA, Luciana Maluf; MOLINAR, Luiz Alberto. Lucilia Rosa Vermelha. Uberaba: Bertolucci, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.