IN MEMORIAM: HISTÓRIA ORAL E DOCUMENTÁRIO RADIOFÔNICO: CONVERGÊNCIAS E DISTINÇÕES

Cármen Lúcia José

Resumo


Recentemente, em todas as mídias eletrônicas, o documentário conquistou mportante e amplo espaço de produção e de audiência, expondo-se através de festivais e mostras e marcando presença em horários nobres na grade de programação das emissoras de rádio e de televisão. Mas as reflexões teóricas sobre o documentário, principalmente quando produzido pela mídia radiofônica, ainda são poucas. O presente trabalho está centralizado em dois pontos essenciais que envolvem a questão do documentário, principalmente, quando produzido para a mídia radiofônica: l. quais os elementos que aproximam o relato oral, uma das primeiras matrizes informacionais da espécie humana, das referências recortadas como conteúdo do documentário; 2. quais os elementos que distinguem o tratamento da oralidade como fonte da História Oral e como constituinte do roteiro, quando da formatação na categoria Documentário. O primeiro ponto decorre da importância que o cotidiano ganhou, tanto para a História Nova como para o Documentário, porque revela a heterogeneidade e a hierarquização na configuração da vida de todos os membros de um dado grupo social, fazendo do acontecimento a ponta reveladora dos tipos de vínculos. O segundo retoma o relato oral para evidenciar as convergências e as distinções entre os procedimentos dados pela História e pelo Documentário, quando da coleta, da decupagem e da edição do relato oral tornado, respectivamente, como documento e sonora.

Palavras-chave


História Oral; Reportagem; Documentário Radiofônico

Texto completo:

PDF

Referências


CHANTLER, Paul e HARRIS, Sim: Radiojornalismo. São Paulo, Summus,

KOTSCHO, Ricardo: A Prática da Reportagem. São Paulo: Ática, série Fundamentos, 1995

LABAKI, Almir e MOURÃO, Maria Dora G.: Imagens da Subjetividade. São

Paulo: Caderno da 3 a Conferência Internacional do Documentário, 2003.

LAGE, Nilson: Estrutura da Notícia. São Paulo, Ática, série Princípios, v. 29,

MCLEIS, Robert: Produção de Rádio. Um guia abrangente de produção

radiofônica./ tradução Mauro Silva São Paulo, Summus Editorial, 2001.

NUNES, Mônica R. F.: O mito no rádio: a voz e os signos da renovação peródica. São Paulo, Annablume, 1993.

PIGNATARI, Décio. A Ilusão da Contigüidade. Revista Através 1. São Paulo,

Livraria Duas Cidades, s.d.

PRADO, Emilio: Estrutura da Informação Radiofônica. São Paulo, Summus,

PRINS, Gwyn: História Oral In: A Escrita da História:novas perspectivas. / Peter Burke (org). São Paulo, EDUNESP,1992.

SANTAELLA, Lucia: Cultura das Mídias. São Paulo, Experimento, 1996.

SHAFER, Murray: O Ouvido Pensante. São Paulo: EDUNESP. !991.

WISNIK, José Miguel: O Som e o Sentido. Uma outra História das Músicas.

São Paulo, Cia das Letras.1999.

ZUMTHOR, Paul: A Letra e a Voz: A Literatura Medieval./ tradução Amálio

Pinheiro e Jerusa Pires Ferreira. São Paulo, Cia das Letras, 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.