O consumo de música regional como mediador da identidade

Valton Neto Chaves Dias, Veneza Veloso Mayora Ronsini

Resumo


O trabalho procura compreender como se constitui a identidade no Rio Grandedo Sul a partir do consumo de dois movimentos de música regional: a músicacampeira e a tchê music. Nos meios de comunicação, estes gêneros apresentamsecomo concorrentes, opondo o campo à cidade e a tradição à modernidade. Aose analisar o consumo dos gêneros musicais na vida cotidiana, o que se observasão tendências contraditórias e complementares: o consumo enquanto distinçãoe enquanto comunicação (García Canclini, 1996). Por um lado, ele permite quegrupos sociais se confrontem e se mantenham como opositores; por outro, ashibridações entre o culto e o popular entre o moderno e o tradicional servempara unir e comunicar experiências diferenciadas e desiguais.

Palavras-chave


Mídia; consumo cultural; identidade regional

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Ponto-e-Vírgula está indexada em:

     

  

ISSN 1982-4807

A revista Ponto-e-Vírgula e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula.