Brasil e FMI: aceleração de investimento e o episódio do rompimento no governo JK

Rodrigo Oliveira de Lima

Resumo


Adotamos a decisão de JK, em junho de 1959, de “romper relações”com o FMI, como elemento a ser testado neste presente artigo.Certos de que encontraríamos, neste momento da históriabrasileira, um recorte analítico que nos possibilitasse oacompanhamento do processo de relações do Brasil com o FMI,novos elementos sobre tema puderam ser constatados durante odesenvolvimento da análise dos discursos dos atores envolvidos.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Ponto-e-Vírgula está indexada em:

     

  

ISSN 1982-4807

A revista Ponto-e-Vírgula e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula.