Niños, niñas afrocolombianos e indígenas en la mira de la guerra

Laura Janeth Rojas Ríos

Resumo


Este artigo centra sua atenção na análise da tríade guerra, infância e condições sociais; pretende ser mais uma contribuição para o entendimento das razões de meninas e meninas terem sido colocados na mira da guerra. Para avançar no âmbito deste objectivo, as abordagens sobre a guerra propostas por Daniel Pécaut e Maria Teresa Uribe serão levadas em conta, assim como as abordagens de Arturo Escobar e Anibal Quijano para que possamos tratar das condições sociais. Lançamos mão também dos relatórios da Unicef e do COALICO (Coalición contra la vinculación de niños, niñas y jóvenes al conflicto armado en Colombia) para falar da infância na guerra; Essa Tríade será exposto ao longo de três parágrafos, que vou tentar relacionar os pop-ups nos contextos de guerra. É necessário puntualizar que neste artigo, é analiazara a situação das comunidades Afro-colombiana e indígenas afetadas pela violência, dado que são seus corpos, que são amplamente expostos na guerra.

Palavras-chave


guerra; crianças; afro-colombianos; indígenas

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Ponto-e-Vírgula está indexada em:

     

  

ISSN 1982-4807

A revista Ponto-e-Vírgula e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula.