Uma resposta espetacular: as narrativas do corpo e o teatro cotidiano da violência

Rita de Cácia Oening da Silva

Resumo


Os estudos de performance permitem analisar a estética da vida cotidiana e entender as performances e rituais como experiências que tanto expressam quanto transformam/constituem atores sociais. Levando em conta os estudos de performance e dos rituais, o artigo descreve e analisa a performance teatral de, crianças, adolescentes e jovens (faixa etária entre 10 a 20 anos) de comunidades de periferia de Recife na Europa. Mostra como esses propõem, através das suas performances da vida cotidiana, inverter, suspender, e especialmente elaborar a posição social de morador de periferia, negro e pobre, bem como a posição social dos seus expectadores. Através da sua performance e da competência demonstrada nessa, saltos, giros, passos de danças variadas, permitem criar um espaço onde o cotidiano e sua condição violenta tanto é rememorada quanto é desconstruída, para ser repensada e revivida de outro modo. Desse modo, num ato politico, estão criando uma nova estética da periferia e de si, que levados aos palcos, transformem atores e platéias numa experiência que, almejam, possa ser extensiva ao palco cotidiano das favelas.

Palavras-chave


estudos de performance; cultura de periferia; violência cotidiana; crianças, adolescentes e jovens; experiência

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Ponto-e-Vírgula está indexada em:

     

  

ISSN 1982-4807

A revista Ponto-e-Vírgula e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula.