Disponibilidade ao outro: construindo novas formas de autoridade entre adultos e crianças

Maria Carmen Euler Torres, Lucia Rabello de Castro

Resumo


O artigo discute como a crise de autoridade hoje se apresenta de forma singular. Por um lado, lamenta-se a “autoridade perdida”, pois cria-se uma imagem da ordenação dos lugares da criança e do adulto como se fossem necessários e universais. Por outro, ressente-se da perda daquela autoridade porque não se conseguiu reconstruir as relações com a geração mais nova a partir de outra configuração de direitos e deveres de ambas as partes. Partindo de contribuições de Arendt, Levinás, Benjamim, Jonas e Castro, entre outros, analisa-se como essa crise de autoridade pode conduzir a outras possibilidades de construção de uma autoridade legítima, considerando que a autoridade a ser exercida pelos adultos deve investi-los de um lugar de referência e cuidado reconhecido pelas crianças que lhes possibilite uma maior participação nos assuntos de seu entorno.

Palavras-chave


crise de autoridade; responsabilidade; alteridade

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.