Diferentes graus de ansiedade à matemática e desempenho escolar no ensino fundamental

Daniela Fassis, Alessandra Campanini Mendes, João dos Santos Carmo

Resumo


O presente trabalho investigou aspectos cruciais relacionados à ansiedade Matemática em alunos do Ensino Fundamental. No Estudo 1, 770 estudantes responderam a uma escala de ansiedade à Matemática. Identificaram-se pequenas diferenças entre graus de ansiedade matemática e conduziram-se comparações entre gênero, período, rede de ensino e série. Não houve diferenças significativas entre gênero, rede de ensino e série, porém alunos do período vespertino apresentaram maior ansiedade. No Estudo 2, verificou-se a relação entre nenhuma/baixa e alta/extrema ansiedade e desempenho em Matemática. Selecionaram-se os dados de oito alunos que participaram do Estudo 1, divididos em baixa ansiedade, em um grupo, e alta/extrema ansiedade em outro grupo. Os alunos com maior ansiedade foram os que apresentaram notas mais altas quando comparados com os alunos que apresentaram baixa ansiedade.

Palavras-chave


análise do comportamento; ansiedade ante a Matemática; desempenho em Matemática; ensino fundamental

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.