A polinização e politização do conhecimento

Luiz Síveres

Resumo


O conhecimento é um atributo essencial da condição humana e um aspecto fundamental da Universidade, considerada, nos tempos atuais, uma instituição apropriada para desenvolver os diversos campos da ciência. No conjunto das tendências contemporâneas, principalmente naquilo que se refere às ciências humanas, o conceito e a prática transdisciplinar têm se tornado uma abordagem importante. Nesse, contexto distintos aspectos poderiam ser introduzidos, mas a opção pela polinização e politização do conhecimento tornou-se um desafio para os segmentos educacionais. O ato de polinizar é compreendido por meio da palavra, e o ato de politizar, por sua vez, é entendido por meio da experiência. Na medida em que se estabelece uma energia propositiva entre essas duas dinâmicas, o conhecimento poderá ser um elemento essencial da condição humana e da dimensão social, potencializando a intencionalidade subjetiva e a potencialidade objetiva. Portanto, não são categorias opostas, mas complementares; não são princípios díspares, mas integrados; não são procedimentos opostos, mas conexões epistemológicas. São essas energias dialógicas que, ao estarem presentes no ambiente universitário, podem contribuir com um conhecimento significativo e sustentável.

Palavras-chave


conhecimento; polinização; politização; universidade; educação

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.