CONDIÇÕES DE ACESSIBILIDADE NA PÓS-GRADUAÇÃO: UM ESTUDO COM ESTUDANTES DE UNIVERSIDADE PÚBLICA

Ana Paula Silva Cantarelli Branco, Lucia Pereira Leite

Resumo


O Governo Federal tem promovido ações afirmativas por meio de políticas públicas que orientam o acesso e a permanência de pessoas com deficiência no Ensino Superior. O ingresso desse segmento tem aumentado progressivamente no Brasil, porém ainda de forma morosa. Este texto procura retratar os resultados de uma pesquisa que objetivou analisar como estudantes com deficiência, que ingressam em cursos de pós-graduação stricto sensu, identificam as condições de acessibilidade no contexto universitário. Os dados foram coletados por meio de entrevistas com cinco estudantes com alguma deficiência,que cursavam programas distintos de pós-graduação de uma instituição de ensino superior pública do estado de São Paulo. Utilizou-se a análise de conteúdo para o tratamento dos relatos obtidos com as entrevistas. Como resultados,verificou-se que as unidades universitárias investigadas estão procurando tornar o contexto mais acessível, porém ainda distante de todas as recomendações legais. Outro destaque é que os entrevistados revelam que no curso de pós-graduação – pelas suas peculiaridades – as suas necessidades específicas foram mais bem atendidas que nos cursos de graduação.

Palavras-chave


acessibilidade, ensino superior, políticas públicas, universidade, educação inclusiva

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/2175-3520.20160004

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.