CRIANÇAS, CONTEXTOS DE ESCOLAS E SUAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE FAMÍLIA

Fernanda Siqueira Ribeiro, Fatima Maria Leite Cruz

Resumo


A presente pesquisa teve como objetivo compreender as representações sociais de família por crianças de duas escolas, uma pública e uma privada, na cidade do Recife. Com apoio da Teoria das Representações Sociais, foram identificados os sentidos compartilhados, além de demarcadas especificidades de contextos locais e de grupos em particular. Participaram da pesquisa 12 crianças, de ambos os sexos, com idade entre 9 e 10 anos; foram formados dois grupos focais, com seis participantes de cada escola. Os resultados, segundo a análise de conteúdo, revelam que há transições, dilemas e contradições experimentadas pelas crianças nos contextos das famílias: o grupo da escola pública caracterizou a família idealizada e apontou sua convivência com diversos modos de configuração familiar; o grupo da escola privada mostrou a dificuldade de aceitar, quando ocorre, a separação dos pais, compartilhou essa experiência e introduziu amigos e o animal de estimação como membros da família

Palavras-chave


representações sociais, família, crianças, grupo focal

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.