REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS SOBRE DINHEIRO

Agda Regina Vieira Carneiro, Maria Laura Puglisi Barbosa Franco, Elaine da Silva Ferretti Barbiéri

Resumo


O objetivo do presente estudo foi identificaras representações sociais de universitários sobre dinheiro. A Teoria das Representações Sociais foi utilizada como referencial teórico. Participaram desta pesquisa 50 estudantes de engenharia, de uma universidade privada localizada na região central de São Paulo. Para a coleta de dados utilizou-se o questionário, com questões fechadas para a caracterização dos participantes e questões abertas para captar as representações sociais em estudo. Foram definidos três pontos temáticos: o significado do dinheiro, o que é necessário para se obter um bom dinheiro e porque as pessoas têm muito ou pouco dinheiro. Os dados provenientes das questões fechadas foram submetidos a uma análise percentual e os demais a análise de conteúdo. A partir das representações expressas pelos estudantes foi possível identificar que o dinheiro concretiza a possibilidade de melhores condições de sobrevivência e prospecta melhores oportunidades na vida. Para ter um “bom” e “muito” dinheiro é necessário ter atitudes, ser destemido. Entretanto, para os que têm “pouco” dinheiro foi expressa a representação relacionada ao desinteresse, fracasso. O estudar também apareceu nas representações desses estudantes e teve sua relevância, sendo para alguns, primordial para o sucesso.

Palavras-chave


representações sociais, dinheiro, estudantes universitários

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/2175-3520.20160009

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.