Inclusão escolar como uma prática cultural: uma análise baseada no conceito de metacontingência

Fábio Alexandre Ferreira Gusmão, Tânia Gonçalves Martins, Sérgio Vasconcellos de Luna

Resumo


A Educação Inclusiva afirma-se como um novo paradigma exigindo das escolas transformações em sua estrutura e funcionamento. Este processo de mudança requer um modelo de atendimento que se constitua por meio de ações interdependentes que, para se efetivarem e se perpetuarem, devem resultar em mudanças culturais. No presente artigo, o conceito de metacontingência foi usado como unidade de análise do processo de transformação da Educação Inclusiva em prática cultural. Parte-se do pressuposto de que a aprendizagem representa o produto agregado oferecido pelas escolas. Para este fim, é necessário que os comportamentos dos profissionais, naquele ambiente, sejam congruentes e interdependentes e os procedimentos que reforçam este resultado sejam mantidos e propagados através do tempo

Palavras-chave


metacontigência; contingências comportamentais entrelaçadas; educação inclusiva; prática cultural; Behaviorismo Radical

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.