O idoso e a velhice sob a ótica de estudantes de Medicina: um estudo de representações sociais

Maria Cristina Diniz Gonçalves Ezequiel, Maria Cecília Sonzogno

Resumo


Ser docente da FMP e ter preocupação com a relação entre estudantes e pacientes idosos nos remeteu a esta pesquisa. Nossos objetivos: analisar as representações sociais (RS) que estudantes de Medicina têm do idoso e da velhice, discutir suas relações com o idoso e identificar suas dificuldades, anseios e expectativas no manejo com esses pacientes. Discutimos sobre: conceitos de RS, RS e saúde, velhice e envelhecimento, e o idoso e a velhice na sociedade brasileira atual. Utilizamos questionário semi-estruturado e a técnica do “grupo focal”. Os sujeitos foram 96 estudantes que cursaram 4º ano, em 2004. A análise dos dados foi realizada por freqüência de ocorrência, percentagens e análise temática. Conceituam velhice como “sabedoria” e “experiência”, amenizando o fato de ser um período de perdas e limitações. Relacionam-se bem com idosos quando os identificam com seus avós. Sentem medo e angústia, e associam velhice à doença e à morte.

Palavras-chave


representação social; idoso; velhice; estudantes de Medicina

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.