Formação contínua de professores: aspectos simbólicos

Ecleide Cunico Furlanetto

Resumo


Este artigo está pautado numa pesquisa que foi desenvolvida numa Escola de Ensino Fundamental localizada em Heliópolis na cidade de São Paulo cujo objetivo foi contribuir com novos elementos para repensar a formação continuada de professores, ampliando, dessa maneira, a compreensão de como se dá essa formação. A investigação foi iniciada a partir do exercício da escuta simbólica das falas dos professores. A Indisciplina emergiu como um problema. A partir de movimentos, referendados em Jung, denominados de circundação, ampliação e reconstelação, fomos nos aproximando do problema o qual foi se transformando num símbolo que, ao ser elaborado, possibilitou que os professores construíssem novos sentidos para as atitudes dos alunos, bem como desenvolvessem práticas pedagógicas mais sintonizadas com as necessidades da comunidade educativa.

Palavras-chave


Símbolo, Formação continuada de professores, Educação

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.