O corpo da Psicossomática

Christophe Dejours

Resumo


A Psicossomática, como é sabido, interessa-se sobretudo pelos processos de somatização, ou seja, pelos movimentos psíquicos que acompanham o aparecimento, a evolução e as crises das doenças físicas. Enquanto o médico se empenha na busca de respostas para o sofrimento do corpo, agindo no corpo, o psicossomatista se esforça para atingir o corpo agindo no funcionamento mental. Esse deslocamento do soma para a psique parece, atualmente, tão natural aos olhos do psicanalista que até nos perguntamos se o corpo tem ainda um status no método da Psicossomática. Situado tão longe, tão distante dos distúrbios mentais que deram origem à somatização (talvez até no extremo da cadeia processual), o corpo pode algumas vezes parecer, enquanto corpo, marginal, heterogêneo, até mesmo estranho ao método psicossomático. Esta coleção de artigos publicados pelo Instituto de Psicossomática de Paris, intitulada Corpo doente e corpo erótico, propõe-se, ao contrário, examinar como o corpo é apreendido pela Psicossomática. Não somente o corpo enquanto conceito inserido na teoria psicossomática, mas o corpo enquanto objeto de uma investigação clínica específica, em relação à investigação psicanalítica clássica e, talvez, também, o corpo enquanto ponte crucial na prática da transferência e na técnica psicoterápica aplicada a pacientes acometidos de patologias somáticas.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: