Indícios de potencial suicida na adolescência

Blanca Susana Guevara Werlang, Vivian Roxo Borges, Liza Fensterseifer

Resumo


Ideação suicida e depressão são variáveis que, quando associadas, podem dar indícios de potencial suicida, ou seja, que um ato suicida fatal pode ocorrer. Este trabalho objetivou verificar em adolescentes fora de um contexto clínico a presença de ideação suicida e sua possível associação com intensidade de depressão. A amostra foi constituída por 417 adolescentes com idades entre 14 e 19 anos que freqüentam instituições escolares na cidade de Porto Alegre, RS. Foi utilizado o Inventário de Depressão de Beck (BDI), na sua versão brasileira. A aplicação do instrumento foi realizada coletivamente. Foram consideradas as variáveis: ideação suicida (presente ou ausente) e intensidade de depressão (mínima e leve ou moderada e grave). Os resultados mostraram que mais de um terço da amostra (41,5%) deu resposta sugestiva de presença de ideação suicida e 19,2% dos adolescentes aliaram à ideação suicida um nível de depressão moderada e grave. O resultado do teste exato de Fisher foi significativo (p<0,001) e, junto com a análise de correspondência, indicaram a presença de associação entre indício de potencial suicida e intensidade de depressão.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: