Entre grifos, esboços e rasuras: as representações sociais de psicólogo para estudantes de psicologia

Danielle Oliveira da Nóbrega, Erika dos Reis Gusmão Andrade

Resumo


Objetiva-se discutir os resultados de um estudo que enfocou as representações sociais de psicólogo para os estudantes de Psicologia da Universidade Federal de Alagoas/Unidade Educacional de Palmeira dos Índios. Com fundamento teórico-metodológico na Teoria das Representações Sociais, realizou-se uma pesquisa qualitativa, com a reunião de procedimentos metodológicos diversos: a análise documental, Técnica de Associação Livre de Palavras – TALP – e grupo focal. Devido ao recorte proposto, o presente trabalho discute os dados provenientes da TALP, da qual participaram 169 estudantes de Psicologia do referido curso e que foi realizada com a associação ao termo “psicólogo”. Com a técnica de análise do conteúdo, chegou-se a cinco categorias, que compõem o campo semântico de psicólogo: perfil, função, trabalho, ciência e processo formativo. Os resultados sinalizam que o desenho do psicólogo aproxima-se do modelo tradicional de atuação, entretanto, tal desenho encontra-se em movimento, com a inserção de outros traços que apontam práticas que visam romper com tal modelo. Diante disso, para possibilitar a reconfiguração desse modelo, o processo formativo deve abrir espaço para o diálogo entre diferentes saberes, objetivando a reflexão sobre a Psicologia e suas práticas subjacentes.


Palavras-chave


Formação do psicólogo; Representações sociais; Técnica de Associação Livre de Palavras

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2594-3871.2017v26i1p.143-168

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2017 Psicologia Revista. Revista da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde. ISSN 1413-4063

ISSN Impresso: 1413-4063
ISSN Eletrônico: 2594-3871


Psicologia Revista  está indexada em: