Protestantes brasileiros diante da morte e do luto: observações sobre rituais mortuários

Leonildo Silveira Campos

Resumo


Os principais traços de crenças e representações dos protestantes brasileiros de missão quanto à morte são facilmente captados no período de luto, nos rituais mortuários ou durante o enterramento. Eles se exteriorizam nas representações na forma de cânticos, na recitação de textos bíblicos, nos sermões ou nas preces emotivas. No Brasil, os protestantes se consideram antípodas do Catolicismo e do Kardecismo. Eles não acreditam no purgatório, nas missas de intercessão pelas almas ou na reencarnação. Todavia, seus rituais mortuários estão mudando e se tornam mais permeáveis ao processo de secularização. Quase não mais se realizam os velórios em templos; o discurso e a expressão das emoções são mais comedidos; aceita-se com mais frequência a doação de órgãos e a cremação; acrescentando-se um significativo desinteresse pelos cadáveres depois do sepultamento.

Palavras-chave


Morte, Protestantes, Ritos mortuários, Necrológios

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 REVER - Revista de Estudos da Religião - ISSN 1677-1222