Comentário de Orígenes à Espístola aos Romanos

Sidnei Francisco do Nascimento

Resumo


O comentário à Epístola aos Romanos que Orígenes irá fazer completamente envolvido com a teologia de Paulo será o resultado do ambiente de controvérsias que o circundava, e ao mesmo tempo, uma tentativa de sistematizar os escritos de Paulo, pois se acreditava que as passagens paulinas continham algumas lacunas que seria necessário completar e interpretar para torná-las mais claras e acessíveis para qualquer leitor. Temas controversos, tais como a comparação entre a lei natural e a lei mosaica; a exegese literal ou espiritual e mística; o livre-arbítrio e a onisciência de Deus, a preexistência das almas, a qual contribuiu para a pecha que Orígenes ganhou posteriormente, de ser um autor herético, assinalavam o grande momento do alexandrino já em sua fase mais madura.


Palavras-chave


Orígenes, Paulo, Rufino, lei natural, lei mosaica, exegese, alegoria

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1677-1222.2017vol17i2a8

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 REVER - Revista de Estudos da Religião