Patrimônio Religioso e (In)Capacidade de Significar

José Carlos Lopes de Miranda

Resumo


Definida a religião como subsistema da cultura, bem como a área de intersecção entre Cristianismo e Religião, reflecte-se sobre o património cristão enquanto linguagem e sobre a dificuldade da cultura contemporânea, precisamente enquanto religiosamente deserdada, em fruir plenamente do património por falta do código de acesso ao Significado. Conclui-se com uma proposta de fruição turística da fachada da Igreja de Stª Cruz de Braga, especificamente enquanto Património Religioso.


Palavras-chave


Religião; Antropologia; Patrimônio; Turismo Cultural e Religioso; Culto da Vera Cruz

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1677-1222.2018vol18i3a7

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 REVER - Revista de Estudos da Religião