Ídolo, feitiço e pacto: a Inquisição portuguesa e a religiosidade centro-africana em Lisboa no século XVIII: o caso de Maria de Jesus

Josinaldo Sousa de Queiroz, Priscila Gusmão de Andrade, Rômulo Luiz Xavier do Nascimento

Resumo


O presente artigo tem por objetivo discutir um processo inquisitorial contra a angolana Maria de Jesus, que foi presa e julgada pelo Tribunal do Santo Ofício pelo suposto crime de “pacto com o demônio” em Lisboa, no ano de 1735. Para tanto, utilizamos bibliografia clássica e atual sobre o tema, para compreender, a partir do olhar da ré, quais os motivos a levaram a realizar tal prática e o que isto representava na cultura católica e centro-africana.


Palavras-chave


Inquisição. Angola. Processo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1677-1222.2018vol19i1a12

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 REVER - Revista de Estudos da Religião