AUTONOMIA E EXPERIÊNCIAS SOCIAIS: OCUPAÇÕES DE ESCOLAS PÚBLICAS NA CIDADE DE UBERLÂNDIA/MG (2016)

SÉRGIO PAULO MORAIS

Resumo


Abordo, neste artigo, aspectos das recentes “Ocupações de Escolas” ocorridas no ano de 2016, na cidade de Uberlândia, MG. Trato do processo de ocupação, por meio de entrevistas orais realizadas durante tais eventos. Além disso, apresento aspectos de desmobilização, de cima para baixo, por meio de desqualificação dos sujeitos envolvidos. Teoricamente, dialogo com o termo experiência, de E. P. Thompson, e com perspectivas de autonomia e de autoridade por meio de análises feitas por Cornelius Castoriadis e Cohn-Bendit. De modo geral, espero demostrar que as ocupações deixaram legados para os que se preocupam com as transformações das escolas e com mudanças sociais mais profundas. Mesmo que no momento isso seja ainda apresentável apenas como “estrutura de sentimento”.

Palavras-chave


Ocupações de escolas, autonomia, experiências sociais, narrativas orais.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: