BARCELONA: A PERSISTÊNCIA DE UMA CULTURA LIBERTÁRIA

LÉA GUIMARÃES SOUKI

Resumo


O reaparecimento das ideias libertárias despertou o interesse por compreender a única experiência histórica onde o anarquismo foi governo e que tem servido de inspiração a novos movimentos sociais urbanos no Brasil. Este artigo discute a presença da cultura libertária em Barcelona hoje, como marca das experiências cooperativas e assembleístas oriundas dos bairros e que se mesclaram em uma combinação inédita com a Confederação Nacional do Trabalho, a CNT. O material utilizado se baseia na bibliografia e arquivos pertinentes e em entrevistas com especialistas. Também foram ouvidos os frequentadores de ateneus e ativistas de cooperativas. Hoje os princípios do anarquismo se encontram nos ateneus, outrora núcleos de formação e hoje lugar de convivência e cultura, e nas cooperativas.

Palavras-chave


Cultura libertária; Barcelona rebelde; Confederação Nacional do Trabalho-CNT.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2767.2018v63p240-278

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: