Temporalidades de norte a sul: história de municípios narrada nos seus sites oficiais

Jorge Pagliarini Junior, Thiago Reisdorfer

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar narrativas históricas apresentadas pelos sites oficiais das prefeituras municipais de Altamira – PA e Foz do Iguaçu – PR observadas ao longo dos anos 2012-2017. Problematizamos estas narrativas a partir das discussões propostas por Hartog e sua categoria “Regimes de Historicidades”. Assim, pensamos a formulação e a permanência de perspectivas temporais futuristas no tempo presente que, segundo Hartog, seria predominantemente presentista. Para tanto, amparamo-nos na leitura e análise dos sites das respectivas prefeituras, em especial, dos setores destinados a narrar a história dos municípios lidas a partir de referências da chamada História Pública Digital, em especial Noiret. No âmbito teórico, além das discussões de Hartog, apropriamo-nos também das formulações de Reinhart Koselleck para apreender as temporalidades construídas pelo poder público local. A partir dessas discussões, foi possível perceber a permanência de interpretações históricas hegemônicas no Regime de Historicidade futurista em nosso tempo presente. 

Palavras-chave


Site da Web; Regimes de Historicidades; História Pública Digital.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-2767.2019v65p278-308

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: