Realidade aumentada móvel e a cartografia: aumentando, revelando e criando novas geografias

Wander Guilherme Rocha Carvalho, Tânia Seneme do Canto

Resumo


Marcadas pela mobilidade, o compartilhamento, a articulação de múltiplas escalas, a instantaneidade e por uma mudança significativa na relação produtor-consumidor/autor-leitor, as cartografias que nascem com as novas tecnologias, em especial com as mídias locativas, colocam esta perspectiva cartográfica em relevo, ampliando o entendimento acerca dos mapas com novas possibilidades de representações e de acesso a conteúdos e referenciais espaciais. Pensando a Geografia como uma ciência do presente em que seus conteúdos se apresentam como método para uma “leitura de mundo”, a realidade aumentada móvel instaura um novo sentido para experiências híbridas entre o físico e a virtualidade em contextos locativos e tem se revelado capaz de facilitar o acesso a dimensões do presente (ou marcas do passado) que estavam invisíveis a olho nu e, ao mesmo tempo, nortear percursos de leituras espaciais. Desse modo, neste texto, buscaremos aprofundar as relações entre a realidade aumentada móvel e a cartografia, considerando os novos letramentos que podem fundamentar uma leitura geográfica do mundo na contemporaneidade. Analisamos uma experiência prática envolvendo o uso do aplicativo Cidade Aumentada, que, baseado em sistema de posição geográfica (GPS) e câmera fotográfica, possibilita o acesso a conteúdos informacionais de memória urbana no espaço físico, permitindo que a realidade presente seja ampliada e estendida no tempo e no espaço.

Palavras-chave


Mídias locativas. Realidade aumentada móvel. Cartografia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1984-3585.2019i19p88-104

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.