Letras imortais: a presença das ideias espíritas / espiritualistas na obra de autores clássicos da literatura americana e europeia do século XIX

Rodrigo Portella, Vinícius Lara da Costa

Resumo


Abordando as relações entre vida e morte, o modern spiritualism norte americano e o espiritismo francês se converteram em movimentos de caráter religioso muito rapidamente a partir da segunda metade do séc. XIX. Além de obras produzidas por apologéticos da causa, ocorreu movimento interessante de identificação de vários autores da literatura clássica com as ideias do contato com o mundo invisível. A partir desta leitura, nos deparamos com relatos auto biográficos e literários significativos nas obras de Arthur Conan Doyle, Harriet Beecher Stowe e Victor Hugo. O objetivo deste trabalho é identificar, destacar e analisar a presença das idéias espiritualistas na produção de alguns escritores do século XIX, estabelecendo relações possíveis entre a penetração social do modern spiritualism e a construção de um imaginário religioso moderno através da literatura.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2236-9937.2020v20p280-301

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.