DESEJO DE CONTINUAR A SER VIVO

Marcelo João Soares de Oliveira

Resumo


Através das crenças, o devoto tenta superar o medo da morte, responder ao quem sou eu neste novo mundo distante do seu. Ele parece perder a noção de tempo e espaço, de identidade e sentido, num lugar que não lhe cabe. Destarte, através dos experimentos religiosos, busca um olhar que o note e uma voz que diga quem ele é neste mundo real, para isso, invoca os seres celestiais, sua busca primeira, a última saída. O mundo real é um sofrimento, onde se promove perdas e vazios, dispersões e confrontos, uma ameaça ao desejo de continuar vivo. Insurge então uma inversão para não morrer: sair deste mundo real e entrar no imaginário.

Palavras-chave


santo, morte, imaginário

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.