O IRPF como parte da grade curricular dos cursos de graduação em Ciências Contábeis das instituições de ensino superior do estado de São Paulo

Tatiana Moraes de Oliveira Santos, Alexandre Gonzales

Resumo


A pessoa física, como parte importante do processo de arrecadação de impostos do Estado, poderia melhor planejar e organizar seu patrimônio a fim de tornar menos onerosa a carga tributária, dentro da legalidade. A sociedade presume que os profissionais com conhecimento para tanto sejam os graduados em Ciências Contábeis, entretanto não se sabe até que ponto as IES capacitaram este profissional. Com base nisso, o problema de pesquisa respondido ao longo do trabalho foi: Como as Instituições de Ensino Superior abordam o tema IRPF/DIRPF durante o curso de graduação em ciências contábeis? A pesquisa teve caráter qualitativo, cuja coleta de dados se deu através de entrevistas com as quatro instituições de ensino privadas que possuem os melhores cursos de ciências contábeis do Estado de São Paulo – quesito qualidade de ensino – segundo o ranking universitário da Folha de 2017. O trabalho permitiu concluir que posicionamento adotado pelas IES avaliadas cria atualmente um vácuo no mercado local no que tange o tema e que pode ser absorvido por profissionais de outras áreas. Mudanças nas abordagens das IES poderiam apresentar aos alunos uma nova opção de atuação no mercado.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/cafi.v2i2.40910

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2595-1750  

Indexadores

 

 

 

  

Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.