Relato técnico da apuração de DIFAL em Santa Catarina com base no convênio 52/2017

Gazielle Santos Oliveira, Marcus Vinicius Moreira Zittei, Michele Braga dos Santos Silva

Resumo


Este trabalho refere-se a um relato técnico empírico descritivo que tem como objetivo verificar e esclarecer pontos polêmicos no que diz respeito a apuração e recolhimento do diferencial de alíquota (DIFAL) interestadual na filial de uma empresa multinacional, localizada em Santa Catarina. Para tanto será necessário um estudo de algumas legislações pertinentes ao exposto, como por exemplo: Convênio 52 de 2017, Regulamento do ICMS de Santa Catarina de 2001 e outras que lhe darão suporte. Assim como um estudo sobre cultura organizacional. Para implantação do plano de ação será utilizado pesquisa qualitativa, ou seja, a relação entre o real e o conceitual não requer técnicas estatísticas para desenvolvimento e demonstração dos dados. Do ponto de vista dos procedimentos, este relato técnico será feito com base em pesquisa bibliográfica e documental. Após as pesquisas e o levantamento documental foram elaboradas algumas propostas que foram sugeridas a Empresa A (matriz), a fim de melhorar o procedimento como um todo na sua filial (Filial C). Entretanto, diante de um cenário de uma empresa com uma cultura organizacional enxuta, o processo de aceitação e implantação das propostas demorou, mas ainda assim, ocorreu.

Texto completo:

PDF

Referências


BARATTO, Gedalva; DE MATTOS MACEDO, Mariano. Regime tributário do ICMS nas transações interestaduais-harmonização tributária ou autonomia estadual?. Revista Paranaense de Desenvolvimento-RPD, n. 113, p. 09-30, 2011.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 5 de out. de 1988. Seção IV Art. 155 Brasília, DF, out. 1988. Disponível em: Acesso em: 23 de Ago. 2018

_______. Convênio n. 52, de 7 de abr. de 2017. Dispõe sobre as normas gerais a serem aplicadas aos regimes de substituição tributária e de antecipação do ICMS com encerramento de tributação, relativos às operações subsequentes, instituídos por convênios ou protocolos firmados entres os Estados e o Distrito Federal, Cuiabá, MT, abr. 2017. Disponível em: < https://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/convenios/2017/CV052_17> Acesso em: 15 de Ago. 2018

_______. Decreto-lei n. 406 de 31 de dez. de 1968. Estabelece normas gerais de direito financeiro, aplicáveis aos impostos sôbre operações relativas à circulação de mercadorias e sôbre serviços de qualquer natureza, e dá outras providências. Brasília, DF, dez. 1968. Disponível em: Acesso em: 23 de Ago. 2018

_______. Decreto n. 1.432, de 21 de dez. de 2017. Introduz as Alterações 3.878 a 3.885 no RICMS/SC-01 e estabelece outras providências, Governo de Santa Catarina, dez. 2017. Disponível em: < http://legislacao.sef.sc.gov.br/html/decretos/2017/dec_17_1432.htm> Acesso em: 15 de Ago. 2018

_______. Emenda Constitucional n. 87 de 16 de abr. de 2015. Altera o § 2º do art. 155 da Constituição Federal e inclui o art. 99 no Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para tratar da sistemática de cobrança do imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação incidente sobre as operações e prestações que destinem bens e serviços a consumidor final, contribuinte ou não do imposto, localizado em outro Estado. Brasília, DF, abr. 2015. Disponível em: Acesso em: 23 de Ago. 2018

_______. Lei Complementar n. 87 de 13 de set. de 1996. Dispõe sobre o imposto dos Estados e do Distrito Federal sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação, e dá outras providências. Brasília, DF, set. 1996. Disponível em: Acesso em: 23 de Ago. 2018

_______. Lei n. 5.172 de 25 de out. de 1966 - Denominado Código Tributário Nacional. Dispõe sobre o Sistema Tributário Nacional e institui normas gerais de direito tributário aplicáveis à União, Estados e Municípios. Brasília, DF, out. 1966. Disponível em: Acesso em: 23 de Ago. 2018

DA SILVA, Edna Lúcia; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. UFSC, Florianópolis, 4a. edição, v. 123, 2005. Disponível em:

Acesso em: 03 de Set. 2018

NEVES, Marielli Cardoso das. Impacto do diferencial de alíquota (DIFA) nas prestações de serviços de transportes interestaduais de cargas para consumidor final não contribuinte do ICMS, 2017, Criciúma SC. Disponível em: < http://repositorio.unesc.net/handle/1/5441 > Acessado em: 06 de Ago. 2018

REGINATO, L. Um estudo setorial sobre as relações entre variáveis ambientais externas, modelos de gestão, controles gerenciais e desempenhos das empresas. 2010. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

Disponível em: Acesso em: 11 de Out. 2018

ROSINI, A. M.; FORESTO, A. M.; PALMISANO, A. Integração tecnológica e governança corporativa: relato técnico da aquisição entre dois bancos privados. Revista Capital Científico - Eletrônica, v. 13, n. 2, p. 112-123, 2015 Disponível em: Acesso em: 03 de Set. 2018

SANTA CATARINA (Estado). Decreto 2.870 de 27 ago. de 2001. Aprova o Regulamento do ICMS do Estado de Santa Catarina. Disponível em: < http://legislacao.sef.sc.gov.br/cabecalhos/frame_ricms_01_00_00.htm> Acesso em: 15 de Ago. 2018

SAVI, André Luis; da SILVA ,Itacir Alves. Diferencial De Alíquota De ICMS. Revista Global Manager Acadêmica, v.6, n. 2, p. 402-41, 2017. Disponível em: < http://ojs.fsg.br/index.php/globalacademica/article/view/3263 > Acessado em: 06 de Ago. 2018




DOI: https://doi.org/10.23925/cafi.v2i2.43032

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2595-1750  

Indexadores

 

 

 

  

Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.