Custo-benefício dos exames anatomopatológicos, citológicos e de imuno-histoquímica em um hospital geral

Maria Cecília Ferro

Resumo


Os exames da área da patologia apresentam boa resolubilidade e oferecem aos médicos assistentes segurança no tratamento dos pacientes. A imuno-histoquímica permite aumentar esta segurança e oferece maiores possibilidades de diagnósticos, especialmente em casos de fragmentos pequenos, ou para neoplasias imaturas e linfomas. A imuno-histoquímica é útil para detalhar melhor a origem de alguns tumores, como os de mama, neoplasias imaturas da infância e outros. Os custos de exames são a grande preocupação das cooperativas médicas e operadoras. Objetivo: o objetivo é mostrar como a área da patologia tem custos muito reduzidos quando comparados com os custos dos exames de laboratório clínico e custos dos exames de imagem. Método: os dados analisados foram cedidos pela Unimed Sorocaba. O trabalho mostra os aumentos dos custos dos exames de laboratório clínico, de imagem nos anos de 2009 a 2012 e os compara com os aumentos de custos dos exames da área de patologia e imuno-histoquímica. Resultados: os resultados mostram menores valores acumulados dos exames de imuno-histoquímica, mesmo descontando os índices oficiais de inflação. Há ainda comparação entre os custos do tratamento oncológico de câncer de mama e da imuno-histoquímica classicamente utilizada para sua avaliação.


Palavras-chave


análise custo-benefício; patologia; imuno-histoquímica

Texto completo:

PDF

Referências


Werner B, Campos AC, Nadji M, Torres LFB. Uso prático da imuno-histoquímica em patologia cirúrgica. J Bras Patol Med Lab. 2005;41(5):353-64.

Schmitt FC, Kimaid PA, Campos PF, Bacchi CE. Utilidade dos métodos imuno-histoquímicos para o diagnóstico anatomopatológico. Rev Hosp Clin Fac Med São Paulo. 1991;46:26-30.

Raab SS. The cost-effectiveness of routine histologic examination. Am J Clin Pathol. 1998;110(3):391-6.

Allred DC, Bhargava R, Dabbs DJ. Predictive and prognostic marker testing in breast pathology: immunophenotypic subclasses of disease. In: Dabbs DJ. Breast pathology. Philadelphia: Elsevier Saunders; 2012. cap. 9, p. 151-72.

Owens MA, Horten BC, Silva MM. HER2 amplification ratios by fluorescence in situ hybridization and correlation with immunohistochemistry in a cohort of 6556 breast cancer tissues. Clin Breast Cancer. 2004;5(1):63-9.

Raab SS, Bishop NS, Zaleski MS. Cost effectiveness of rescreening cervicovaginal smears. Am J Clin Pathol. 1999;111(5):601-9.

Raab SS, Slagel DD, Hughes JH, Thomas PA, Silvermam JF. Sensitivity and cost-effectiveness of fine-needle aspiration with immunocytochemistry in the evaluation of patients with a pulmonary malignancy and a history of cancer. Arch Pathol Lab Med.1997;121(7):695-700.

Muirhead D, Aoun P, Powell M, Juncker F, Mollerup J. Pathology economic model tool: a novel approach to workflow and budget cost analysis in an anatomic pathology laboratory. Arch Pathol Lab Med. 2010;134(8):1164-9.

Grimm EE, Schmidt RA. Reengineered workflow in the anatomic pathology laboratory: costs and benefits. Arch Pathol Lab Med. 2009;133(4):601-4.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

  



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.