Prevalência dos riscos cardiovasculares em escolares e adolescentes obesos acompanhados no ambulatório de endocrinologia pediátrica do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS)

Karlla Karollynna de Fátima Gaiotto, Rafael Augustus Mileo, Glória Zanelato Campagnone

Resumo


Crianças e adolescentes obesos têm alto risco de desenvolver doençascardiovasculares na idade adulta. Assim, a detecção de fatores de risco e educaçãodos pacientes na infância é de extrema importância para o prognóstico, já que nesseperíodo a mudança dos hábitos de vida demonstra grande redução na incidência egravidade de doenças cardíacas. Desta forma, o objetivo do projeto foi avaliarrepercussões metabólicas associadas à obesidade nos pacientes atendidos noambulatório de endocrinologia pediátrica do CHS e seu impacto nos riscoscardiovasculares. Para isto foi realizada a análise do perfil bioquímico,antropométrico e níveis pressóricos de escolares e adolescentes obesos com idadeentre 07 e 18 anos no período de agosto de 2014 a maio de 2015 e calculada aprevalência para cada variável analisada. Dos 49 pacientes, 57,1% nasceram compeso adequado, 46,9% praticam atividade física insuficiente, 42,9% apresentamobesidade na família, 59,1% apresentam parentes obesos com algumacomorbidade, 81,3% se encaixam no percentil acima de 99 para o IMC, 90,55%apresentam circunferência de cintura acima de 71 cm, 44,1% foram consideradoshipertensos, 20,4% apresentaram alterações no perfil glicêmico, 34,7% possuemcolesterol total aumentado, 59,2% estão com HDL inferior ao desejável, 40,9%estão com níveis alterados de LDL, 49% apresentaram valores de VLDL elevado e30,6% apresentaram triglicérides aumentados. A análise dos dados deste estudopermite inferir que o IMC, pressão arterial, circunferência abdominal, colesterol total,HDL colesterol e triglicérides são aqueles cujos valores são mais expressivos, demonstrando as consequências diretas da obesidade no aumento do risco deeventos cardiovasculares futuros.

Palavras-chave


obesidade; fatores de risco; riscos cardiovasculares

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.