Resiliência e paralisia cerebral: um olhar sobre os cuidadores dos pacientes do Conjunto Hospitalar de Sorocaba

Mariana Dias Vasconcelos, Marjorie de Andrade Ricciardi, Izilda das Eiras Tamega, Josiane Rowe de Almeida, Danilo de Assis Pereira

Resumo


Crianças portadoras de paralisia cerebral necessitam de cuidados especiais. Estes são freqüentemente prestados por um membro da família. A tarefa do cuidado implica em ônus significativos para o cuidador, podendo gerar distúrbios emocionais, como a depressão. Este estudo tem como objetivos medir: a resiliência nos cuidadores de pacientes com paralisia cerebral; o grau de depressão dos cuidadores; comparar a resiliência entre os cuidadores; relacionar o grau de resiliência com a depressão. Foram aplicados nos cuidadores os seguintes questionários no Ambulatório de Neuropediatria do Conjunto Hospitalar de Sorocaba: Questionário sócio demográfico, Escala de Resiliência Wagnild e Young, e Inventário de Depressão de Beck. Em seguida, foi realizada a análise estatística utilizando os testes: Análise de variância de Friedman e o Coeficiente de correlação de Spearman. Em todos os testes o nível de significância foi fixado em 5%. Observou-se que apenas 6,66% dos cuidadores apresentou Depressão Grave, 20% apresentou Depressão Moderada, 53,33% apresentou Depressão Mínima e 20% apresentou Depressão Leve. Em relação ao grau de resiliência, 46,66% apresentou elevada resiliência, 33,33% apresentou moderada resiliência, e 20% apresentou baixa resiliência, sugerindo que os cuidadores têm uma capacidade positiva de adaptação diante da condição da criança. Correlacionando os valores de depressão com a “competência pessoal” e a “aceitação de si mesmo e da vida”, foi observado que quanto maior a depressão, menores são a competência pessoal e a aceitação de si mesmo e da vida. Porém, ao observar os coeficientes de explicação, fica evidenciado que a depressão não se deve exclusivamente ao fato do cuidador apresentar baixas competência pessoal e aceitação de si mesmo e da vida, relacionando-se a outros fatores.

Palavras-chave


resiliência; paralisia cerebral; cuidadores; depressão

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.