Salvamento de membro em paciente com oclusão arterial aguda tardia

Gabriela Ximenes Furlani, Amanda Jardim dos Santos, Ovanil Furlani Júnior, Fábio Linardi

Resumo


A oclusão arterial aguda (OAA) consiste na interrupção abrupta do fluxo sanguíneo arterial levando a uma isquemia aguda dos tecidos previamente irrigados. Essa condição pode ser ocasionada por trombose da superfície de uma placa aterosclerótica, êmbolo ou oclusão de enxerto arterial prévio. Este relato de caso trata de um paciente idoso, portador de fibrilação atrial, que apresentou evento embólico que levou a uma OAA em território poplíteo. O paciente procurou assistência médica tardiamente, evoluindo com área isquêmica extensa, sendo submetido à cirurgia de revascularização com salvamento do membro.

Palavras-chave


isquemia; trombose; extremidade inferior; artéria poplítea

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.