Sentimentos vivenciados pelos adolescentes portadores de diabetes mellitus tipo 1

Aline Falsetti Conte, Ruth Bernarda Riveros Jeneral

Resumo


Introdução: Alguns estudos revelam que, no período de descoberta do diagnóstico, o adolescente não conta com a expectativa de uma experiência desconhecida, como a condição de portador de doença crônica. Assim, é comum que sua reação envolva sentimentos de medo, angústia, depressão e apatia, considerando-se, ainda, o risco de mudanças na rotina. Por isso, é importante o profissional de saúde estar apto a lidar com esses fatores psicossociais do adolescente portador de diabetes mellitus tipo 1. Objetivo: Identificar os sentimentos surgidos nos adolescentes ao serem diagnosticados como portadores de diabetes mellitus tipo 1. Método: Tratou-se de uma pesquisa descritiva com análise qualitativa que incluiu 12 adolescentes na faixa etária de 13 a 19 anos, de ambos os sexos, sendo 6 do sexo feminino e 6 do sexo masculino, portadores da diabetes mellitus tipo 1, realizada no Ambulatório de Endocrinologia Pediátrica do Hospital Regional de Sorocaba. Consistiu em uma entrevista gravada em áudio com a questão norteadora. Para análise dos dados foi utilizada a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: Surgiram 12 sentimentos, sendo que os de maior destaque foram o de convivência e de conformidade com o diagnóstico, bem como o de dúvida quanto à doença, à dieta correta e ao medicamento, sendo que 10 dos entrevistados demonstraram algum tipo de dúvida já no momento do diagnóstico. Conclusão: Ao se descobrir diabético, o adolescente ainda apresenta muitas incertezas, visto que não são trabalhadas questões acerca das doenças crônicas com a população dessa faixa etária, fase em que ele experimenta, além da dúvida, sentimentos como a ira, a revolta, a vergonha, o que pode levar à negligência e, consequentemente, ao insucesso do tratamento. 


Palavras-chave


diabetes mellitus tipo 1; emoções; doença crônica; adolescente

Texto completo:

PDF

Referências


Zanetti ML, Mendes IAC. Análise das dificuldades relacionadas às atividades diárias de crianças e adolescentes com diabetes mellitus tipo 1: depoimento de mães. Rev Latino-am Enfermagem. 2001;9(6):25-30. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692001000600005

Flora MC, Gameiro MGH. Autocuidado dos adolescentes com diabetes mellitus tipo 1: conhecimento acerca da doença. Rev Enf Ref. 2016;4(8):17-26. http://dx.doi.org/10.12707/RIV15024

Fragoso LVC, Araújo MFM, Lima AKG, Freitas RWJF, Damasceno MMC. Vivências cotidianas em adolescentes com diabetes mellitus tipo 1. Texto Contexto Enferm. 2010;19(3):443-51. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072010000300005

Correr R, Camargo TC, Martinelli B, Negrato CA, Barrile SR. Avaliação do cotidiano e enfrentamento de adolescentes com diabetes mellitus 1. Salusvita. 2013;32(3):243-63.

Damião EBC, Rossato LM, Fabri LRO, Dias VC. Inventário de estratégias de enfrentamento: um referencial teórico. Rev Esc Enferm USP. 2009;43(n.esp. 2):1199-203. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342009000600009

Santos JR, Enumo SRF. Adolescentes com diabetes mellitus tipo 1: seu cotidiano e enfrentamento da doença. Psicol Reflex Crítica. 2003;16(2):411-25. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722003000200021

Damião EBC, Pinto CMM. Sendo transformado pela doença: a vivência do adolescente com diabetes. Rev Latino-am Enfermagem. 2007;15(4):568-74. https://doi.org/10.1590/S0104-11692007000400008

Fragoso LVC, Araújo MFM, Lima AKG, Freitas RWJF, Damasceno MMC. Vivências cotidianas de adolescentes com diabetes mellitus tipo 1. Texto Contexto Enferm. 2010;19(3):443-51. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072010000300005

Lefévre F, Lefévre AMC, Teixeira JJV. O Discurso do Sujeito Coletivo: uma nova abordagem metodológica em pesquisa qualitativa. Caxias do Sul: EDUCS; 2000.

Lefévre F, Lefévre F. O Discurso do Sujeito Coletivo: um novo enfoque em pesquisa qualitativa (desdobramentos). Caxias do Sul: EDUCS; 2005.

Brasil. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012 [Internet]. Brasília: CNS; 2012 [acesso em 25 ago. 2016]. Disponível em: http://www.conselho.saude.gov.br/web_comissoes/conep/index.html

Minanni CA, Ferreira AB, Sant’Anna MJC, Coates V. Abordagem integral do adolescente com diabetes. Adolesc Saúde. 2010;7(1):45-52.

Pilger C, Abreu IS. Diabetes mellitus na infância: repercussões no cotidiano da criança e de sua família. Cogitare Enferm. 2007;12(4):494-501. http://dx.doi.org/10.5380/ce.v12i4.10076

Brito TB, Sadala MLA. Diabetes mellitus juvenil: a experiência de familiares de adolescentes e préadolescentes. Ciênc Saúde Coletiva. 2009;14(3):947-60. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000300031

Damião EBC, Dias VC, Fabri LRO. O adolescente e o diabetes: uma experiência de vida. Acta Paul Enferm. 2010;23(1):41-7. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002010000100007

Almino MAFB, Queiroz MVO, Jorge MSB. Diabetes mellitus na adolescência: experiências e sentimentos dos adolescentes e das mães com a doença. Rev Esc Enferm USP. 2009;43(4):760-7. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342009000400004

Ferreira LE, Zanatta EA, Brumm MLB, Nothaft SCS, Motta MG. Diabetes mellitus sob a ótica do adolescente. Cogitare Enferm. 2013;18(1):71-7. http://dx.doi.org/10.5380/ce.v18i1.27045




DOI: https://doi.org/10.23925/1984-4840.2018v20i4a7

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.