Identificação de diagnósticos de enfermagem em alojamento conjunto da maternidade de um hospital terciário

Jéssica Priscila Matias Vanetti, Talita Cristina da Silva de Oliveira, Janie Maria de Almeida

Resumo


Como parte do processo de enfermagem no puerpério, o levantamento dos diagnósticos de enfermagem fornece a base para a seleção de intervenções para atender a puérpera em suas reais necessidades e dispensar um cuidado qualificado. Objetivo: Elencar os principais diagnósticos de enfermagem identificados na consulta de puérperas no alojamento conjunto da Maternidade Santa Lucinda, em Sorocaba, São Paulo. Método: Tratou-se de um estudo descritivo e clínico, com abordagem quantitativa, conduzido com 60 puérperas que estavam internadas no alojamento conjunto da instituição. Todas as entrevistadas passaram pela consulta de enfermagem. Foram obtidos dados sociodemográficos, obstétricos e de diagnósticos de enfermagem (DE). Resultado: O grupo pesquisado foi predominantemente constituído por mulheres jovens, com ensino médio completo, união estável, desempregadas, com único filho e de parto normal. Identificou-se um total de 21 diferentes categorias diagnósticas de enfermagem. Entre os diagnósticos identificados, destacaram-se: risco de infecção; ansiedade; disposição para processos familiares melhorados; disposição para paternidade ou maternidade melhorada; disposição para amamentação melhorada; integridade tissular prejudicada; padrão do sono prejudicado; e risco de sangramento. Conclusão: O estudo permitiu averiguar que, com o levantamento dos DEs, é possível uma aplicação adequada do plano de cuidados e ações educativas para redução de riscos ou danos, bem como aperfeiçoar o processo de enfermagem. Os DEs mais evidenciados são: risco de infecção e ansiedade. O estudo permitiu também contribuir com pesquisas sobre o assunto para melhor compreensão do período pós-parto.

Palavras-chave


enfermagem; diagnósticos de enfermagem; período pós-parto

Texto completo:

PDF

Referências


Afonso E. Dificuldades da mulher no puerpério: subsídios para a enfermagem [dissertação]. Lisboa: Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa; 1998.

Bachion MM, Pereira SV. Diagnósticos de enfermagem identificados em gestantes durante o pré-natal. Rev Bras Enferm. 2005;58(6):659-64. DOI: 10.1590/S0034-71672005000600006

Risner PB. Nursing diagnosis: diagnostic sistements. In: Christensen PJ, Kenney JW. Nursing process: application of conceptual modes. 3rd ed. St. Louis: Mosby-Yer Book; 1990.

Brasil. Ministério da Saúde. Saúde da Mulher: ministério lança protocolo com diretrizes para parto cesariana [Internet]. 2016 [acesso em 21 out. 2016]. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/principal/agencia-saude/22946-ministerio-lancaprotocolo-com-diretrizes-para-parto-cesariana

Cesar JA, Denardin G, Mendoza-Sassi RA, Rodrigues MM, Silva PR. Fatores de risco para cesárea segundo tipo de serviço. Rev Saúde Pública. 2010;44(1):80-9. DOI: 10.1590/S0034-89102010000100009

Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Vamos conhecer o Brasil [Internet]. [acesso em 20 out. 2016]. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/98/cd_2010_nupcialidade_fecundidade_migracao_amostra.pdf.

Bachion MM, Vieira F, Coelho AS, Cordeiro AC, Salge AK. Utilização da Taxonomia II da NANDA para avaliação da ansiedade puerperal na comunidade. Rev Gaúcha Enferm. 2010;31(3):544-51. DOI: 10.1590/S1983-14472010000300019

Herdman TH. Qual é o conhecimento de enfermagem necessário para desenvolver a prática de enfermagem? Rev Eletr Enf [Internet]. 2011 [acesso em 20 out. 2016];13(2):161-2. Disponível em: https://www.fen.ufg.br/fen_revista/v13/n2/v13n2a01.htm

Vieira F, Bachion MM, Salge AK, Munari, DB. Diagnóstico de enfermagem da NANDA no período pósparto imediato e tardio. Esc Anna Nery. 2010;14(1):83- 9. DOI: 10.1590/S1414-81452010000100013

Furlan MF, Patine FS. Diagnósticos de enfermagem no atendimento a puérperas e recém-nascidos internados em alojamento conjunto. Arq Ciênc Saúde. 2006;13(4):202-8.

Faisal-Cury A, Menezes PR. Fatoresassociadosà preferência por cesariana. Rev Saúde Pública. 2006;40(2):226-32. DOI: 10.1590/S0034-89102006000200007

Fontes CM, Lisboa IA, Mondini CC, Rufino EM, Shinomia MT. Assistência de Enfermagem a gestantes no HRAC/ USP. Salusvita. 2010;29(3):247-68.

Alves AM, Gonçalves CS, Martins MA, Silva ST, Auwerter TC, Zagonel IP. A enfermagem e puérperas primigestas: desvendando o processo de transição ao papel materno. Cogitare Enferm. 2007;12(4):416-27.

Bachion MM, Ferraresi MF, Martins DM, Tonhá AC, Vieira F. Diagnósticos de Enfermagem relacionados à amamentação no puerpério imediato. Rev Rene. 2011;12(3):462-70.




DOI: https://doi.org/10.23925/1984-4840.2017v19i4a5

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. ISSN eletrônico 1984-4840

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.