Análise das ocorrências de violência sexual contra mulheres atendidas em um serviço de referência

Marlon Marcelo Maciel Sousa, Naldiana Cerqueira Silva

Resumo


Objetivo: Analisar as ocorrências de violência sexual contra mulheres atendidas em um serviço de referência em Teresina, Piauí. Métodos: Estudo descritivo com abordagem quantitativa, retrospectivo, realizado no Serviço de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Sexual, referência na capital do estado. A população foi definida por todas as ocorrências de violência sexual entre janeiro e dezembro de 2016, na cidade de Teresina, sendo incluídas todas as mulheres que relataram agressão sexual e foram registradas no serviço; e excluídos os casos em que não houve comprovação de violência sexual. As variáveis foram coletadas seguindo um formulário elaborado pelos autores e após aprovação da pesquisa pelo Comitê de Ética em Pesquisa. Foi aplicada estatística descritiva aos dados coletados e comparados com a literatura científica. Resultados: Foram atendidas 484 mulheres, sendo que 235 casos ocorreram na cidade de Teresina e desses, 146 foram caracterizados como violência sexual. As vítimas eram jovens, entre 10 e 19 anos (61%), com menos de 8 anos de estudo (74%), em sua maioria estudantes (78,1%), além de não possuírem parceiro fixo (41,1%). Os atos de violência ocorreram no ambiente domiciliar (63,9%), no turno diurno (38,2%), com agressor conhecido (85%) e único (82,5%), que utilizou força física (47,5%). Conclusão: As ocorrências de violência sexual se deram em mulheres em situação de vulnerabilidade: jovens, com pouco estudo, desempregadas, sem parceiro fixo; sendo os atos praticados em ambiente residencial, durante o dia, por agressor único, conhecido e que utilizou força física para consumar a agressão.

Palavras-chave


violência contra a mulher; delitos sexuais; estupro; saúde da mulher

Texto completo:

PDF

Referências


Cavalcanti LF, Moreira GAF, Vieira LJES, Silva RM. Implementação da atenção em saúde às violências sexuais contra as mulheres em duas capitais brasileiras. Saúde Debate. 2015;39(107):1079-91. http://dx.doi.org/10.1590/0103-110420151070381

Albuquerque Netto L, Moura MAV, Silva GF, Penna LHG, Pereira ALF. Mulheres em situação de violência pelo parceiro íntimo: tomada de decisão por apoio institucional especializado. Rev Gaúcha Enferm. 2015;36:135-42. http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2015.esp.54361

Facuri CO, Fernandes AMS, Oliveira KD, Andrade TS, Azevedo RCS. Violência sexual: estudo descritivo sobre as vítimas e o atendimento em um serviço universitário de referência no Estado de São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública. 2013;29(5):889-98. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2013000500008

Brasil. Prevenção e tratamento dos agravos resultantes da violência sexual contra mulheres e adolescentes: norma técnica. Brasília: Ministério da Saúde; 2012.

Lima CA, Deslandes SF. Violência sexual contra mulheres no Brasil: conquistas e desafios do setor saúde na década de 2000. Saúde Soc. 2014;23(3):787-800. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902014000300005

Walselfisz JJ. Mapa da violência 2015: homicídio de mulheres no Brasil. Brasília: Instituto Sangari; 2015.

Baptista RS, Chaves OBBM, França ISX, Sousa FS, Oliveira MG, Leite CCS. Violência sexual contra mulheres: a prática de enfermeiros. Rev RENE. 2015;16(2):210-7. http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.2015000200010

Sousa MH, Bento SF, Osis MJD, Ribeiro MP, Faúndes A. Preenchimento da notificação compulsória em serviços de saúde que atendem mulheres que sofrem violência sexual. Rev Bras Epidemiol. 2015;18(1):94-107. http://dx.doi.org/10.1590/1980-5497201500010008

Garcia LP, Duarte EC, Freitas LRS, Silva GDM. Violência doméstica e familiar contra a mulher: estudo de casos e controles com vítimas atendidas em serviços de urgência e emergência. Cad Saúde Pública. 2016;32(4):1-11. http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00011415

Silva LEL, Oliveira MLC. Violência contra a mulher: revisão sistemática da produção científica nacional no período de 2009 a 2013. Ciênc Saúde Coletiva. 2015;20(11):3523-32. http://dx.doi.org/10.1590/1413-812320152011.11302014

Augusto AOL, Lima VLA, Sena LX, Silva AF, Gomes VR, Santos ACB. Mapeamento dos casos de violência contra a mulher na região metropolitana de Belém narrados pela mídia impressa do estado do Pará. Rev Para Med. 2015;29(2):23-32.

Leite FMC, Bravim LR, Lima EFA, Primo CC. Violência contra a mulher: caracterizando a vítima, a agressão e o autor. Rev Pesq Cuid Fundam. 2015;7(1):2181-91. http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.2181-2191

Araújo RP, Sousa FMS, Feitosa VC, Coêlho DMM, Sousa MFA. Perfil sociodemográfico e epidemiológico da violência sexual contra as mulheres em Teresina / Piauí. Rev Enferm UFSM. 2014;4(4):739-50. http://dx.doi.org/10.5902/2179769214519

Brasil. Política nacional de enfrentamento à violência contra as mulheres. Brasília: Presidência da República; 2011.

Raimondo ML, Labronici LM, Larocca LM. Retrospecto de ocorrências de violência contra a mulher registradas em uma delegacia especial. Cogitare Enferm. 2013;18(1):43-9. http://dx.doi.org/10.5380/ce.v18i1.26539

Cabral AMG, Buissa ACR, Carnier CC, Miyazaki ET, Gongora DVN, Lucânia ER, et al. Perfil de mulheres vítimas de abuso sexual atendidas em hospital de ensino. Arq Ciênc Saúde. 2015;22(3):46-52. https://doi.org/10.17696/2318-3691.22.3.2015.237

Costa AM, Moreira KAP, Henriques ACPT, Marques JF, Fernandes AFC. Violência contra a mulher: caracterização de casos atendidos em um centro estadual de referência. Rev RENE. 2011;12(3):627-35.

Gomes NP, Bonfim ANA, Barros RD, Silva Filho CC, Diniz NMF. Enfrentamento da violência conjugal no âmbito da estratégia saúde da família. Rev Enferm UERJ. 2014;22(4):477-81.




DOI: https://doi.org/10.23925/1984-4840.2018v20i4a3

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.