Eritema anular centrífugo associado à onicomicose em paciente portadores de hepatite autoimune sem atividade

Karem Christine Corrêa e Silva, Victoria Machado Santos, Kaio Souza de Melo, Fábio Augusto Peroni Garcia

Resumo


Introdução: O Eritema Anular Centrífugo (EAC) é caracterizado por lesões anulares de evolução crônica e progressão centrífuga, que pode acometer igualmente homens e mulheres em qualquer faixa etária, mais evidente entre os 50 e 60 anos de idade. Sua etiologia é desconhecida, porém existem diversas associações do EAC com neoplasias malignas, doenças autoimunes, infeções, medicamentos e alimentos. Objetivo: relatar o caso de uma paciente portadora de Hepatite Autoimune sem atividade, que apresentou lesões de pele em membros inferiores e abdome, compatíveis com Eritema Anular Centrífugo. Após investigação do quadro e excluídas outras hipóteses diagnósticas, paciente evolui com melhora das lesões após tratamento de uma onicomicose. Relato do Caso: paciente do sexo feminino, 60 anos, branca, portadora de Hepatite Autoimune sem atividade, compareceu a consulta no Serviço de Dermatologia, queixando-se do aparecimento de lesões em placas circinadas, eritematodescamativas. com halo claro, associado à xerose. Lesões surgiram inicialmente em membro inferior direito há dois anos e posteriormente com evolução para o abdome, em região do flanco direito. Em acompanhamento conjunto com hepatologista, em uso regular de azatioprina e prednisona, que descartou atividade da doença hepática autoimune, controlada e sem atividade há mais de 10 anos. Iniciado investigação clínica e laboratorial incluindo função hepática, renal, tireoidiana, eletrólitos, anticorpos , marcadores tumorais, que apresentaram resultados dentro do padrão da normalidade, assim como micológico direto da lesão que se mostrou negativo. Discussão: Realizado biópsia da lesão do membro inferior direito que evidenciou epiderme com focos de paraqueratose associada à acantose regular. Na superfície do fragmento, observou-se crosta fibrino-leucocitária. Na derme, discreto infiltrado inflamatório linfocitário perivascular, compatível com dermatite crônica eczematizada. Após exclusão de diversos diagnósticos diferenciais, foi iniciado tratamento para onicomicose presente em pé direito com esmalte de amorolfina tópico com melhora das lesões do EAC em todo o corpo. Conclusão: o diagnóstico de Eritema Anular Centrífugo é realizado após exclusão de outros possíveis diagnósticos diferenciais, devido sua etiologia incerta e pouco conhecida. O presente relato reforça a necessidade de investigação criteriosa do paciente que apresenta lesões sugestivas de EAC.

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.