Cirurgia refrativa na correção de grau residual em paciente com ceratocone após transplante de córnea

Dalton Wada, Tatiana Rodrigues Shiratsu, Maria Eduarda Figueiredo Rebolho, Rodolfo Fischer Morelli, Andre Maretti Chimello

Resumo


O ceratocone é um distúrbio caracterizado por distrofia contínua e progressiva, que ocorre na córnea com afinamento central ou paracentral, geralmente inferior, resultando no abaulamento anterior da córnea, que se manifesta na forma de cone. A apresentação é geralmente bilateral e assimétrica. É uma condição rara porém a mais comum em distúrbios da córnea, presente em todas as etnias, que prevalece na faixa etária entre 13 e 18 anos de idade, mas pode atingir indivíduos em qualquer fase da vida. O presente relato de caso visa analisar a evolução dos tratamentos em relação ao ceratocone, bem como estabelecer um novo padrão de prognóstico para doença. O tratamento do ceratocone é realizado em casos mais brandos por meio de óculos e em casos um pouco mais avançados com astigmatismos maiores são utilizadas lentes rígidas. Já em casos extremos e com cicatrizes extensas que não melhoram com lentes de contato, é realizado o transplante penetrante de córnea com posterior uso de lentes de contato para melhora da acuidade visual. Após o tratamento, faz-se necessário um acompanhamento periódico para avaliação de lentes de contato e observação de grau residual, sendo em alguns casos necessária a cirurgia refrativa. O paciente observado foi submetido ao uso de óculos e lentes rígidas, porém houve a necessidade de transplante de córnea. Após o pós-operatório, havendo significativo grau residual, foi feita cirurgia refrativa. Atualmente, o paciente encontra-se satisfeito e só realiza acompanhamento. De tal forma, observa-se que assim como em outros âmbitos, o tratamento para ceratocone tem avançado e assim, é proporcionada melhor qualidade de vida aos portadores da doença.

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.