Reconstruções orbitárias pós-traumáticas com utilização de enxertos ósseos e retalhos osteofasciais de fáscia temporoparietal

Hélio Leão Júnior, Flávio Augusto Flório Stillitano de Orgaes, Daniel José de Moraes Fozati, Hamilton Aleardo Gonella

Resumo


Objetivos: os objetivos do presente trabalho são mostrar os métodos reconstrutivos de anormalidades pós-traumáticas orbitárias, como enxerto ósseo autólogo e retalho osteofascial de fáscia temporoparietal, alguns dos bons métodos reconstrutivos e mais uma opção terapêutica disponível para esses pacientes. Métodos: no presente artigo, relatou-se a experiência do uso dos enxertos autólogos do crânio ou dos retalhos osteofasciais de fáscia temporoparietal na reconstrução das anormalidades orbitárias pós-traumáticas em oito casos consecutivos. Resultados: através da obtenção de resultados favoráveis obtidos e a baixa taxa de complicações no presente trabalho, confirmamos os dados da literatura quanto à supremacia na utilização dos enxertos autógenos do calvário nas reconstruções faciais. Conclusão: os enxertos autólogos do crânio e retalhos estão ainda entre as melhores opções para reconstrução de anormalidades orbitárias pós-traumáticas.

Palavras-chave


órbita; ossos faciais; ferimentos e lesões; procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; transplante autólogo; complicações pós-operatórias

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.