O gênero sinopse como proposta de ação fonoaudiológica voltada para o desenvolvimento de competências em leitura e escrita

Rita Signor

Resumo


Neste trabalho apresentamos parte de uma pesquisa na qual objetivamos analisar a contribuição da teoria de gêneros do discurso de Bakhtin (2003) para a prática fonoaudiológica. Para tanto, elaboramos uma proposta terapêutica e a aplicamos em uma situação de atendimento em grupo. O grupo foi composto por cinco sujeitos (adolescentes) com queixas de dificuldades de leitura e escrita. Neste artigo são apresentados excertos da interlocução em um dos gêneros selecionados para o trabalho terapêutico: o gênero sinopse. Os dados foram analisados à luz do dialogismo bakhtiniano. Os resultados levam a crer que os sujeitos conseguiram produzir textos adequados ao gênero em questão. Sugerem, ainda, que as práticas ancoradas em uma perspectiva enunciativo-discursiva foram efetivas, pois, por meio de contextos significativos de uso da língua, os sujeitos se aproximaram da escrita e da leitura e, com isso, desenvolveram competências linguísticas e discursivas necessárias à interação nessas práticas.

Palavras-chave


Queixas de dificuldades de leitura e escrita; Terapia fonoaudiológica; Gênero sinopse

Texto completo:

PDF PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.